A definição de desenvolvimento sustentável mais difundida em todo o mundo foi publicada, pela primeira vez, no relatório Nosso Futuro Comum, elaborado pela Comissão Mundial para o Meio Ambiente e o Desenvolvimento da ONU, em 1987, que estabeleceu que, desenvolvimento sustentável é àquele que "satisfaz as necessidades do presente sem comprometer as das gerações futuras".

Uma definição mais recente, de 1994, é o “Triple Bottom Line”, também conhecido como Tripé da Sustentabilidade. Segundo este conceito para ser sustentável uma organização ou negócio deve ser financeiramente viável, socialmente justo e ambientalmente responsável. Ou seja, sustentabilidade é a expansão do modelo de negócios tradicional, que só considerava fatores econômicos na avaliação de uma empresa, para um novo modelo que passa a considerar a performance ambiental e social da companhia, além da financeira.

A B3 como uma organização que está no centro do mercado financeiro e de capitais, tem o papel de induzir as melhores práticas de sustentabilidade entre seus stakeholders e oferecer produtos e serviços ESG (Environmental, Social and Governance, na sigla em inglês) que apoiem os seus clientes nesta transição.

Temos como ambição estratégica a conexão da sustentabilidade com o negócio, alavancando os objetivos estratégicos da B3, e promovendo um ambiente de negócios resiliente e alinhado às melhores práticas ESG.

Quer saber mais? Envie uma mensagem para sustentabilidade@b3.com.br.