Script Linkedin Partner

20/07/2021

B3 amplia a oferta de ETFs referenciado em índice de small caps

Com gestão da XP Asset Management, investimento segue índice Small Cap da B3


Quatro pessoas com um dos braços levantados de camiseta preta com ticker do ETF tocam a campainha. Ao fundo, tela azul com chuva de papel picado e logo da XP.

 

São Paulo, 20 de julho – A B3 iniciou hoje (20) a negociação de cotas do ETF TREND ETF SMALL CAPS FUNDO DE ÍNDICE, sob o ticker XMAL11. O novo ETF é gerido pela XP Asset Management e já está disponível para os investidores.

O ETF tem como referência o Índice Small Cap (SMLL) da B3, que indica o desempenho médio das cotações de ativos de empresas de menor capitalização. As 110 companhias que integram a carteira teórica do SMLL são de setores variados, que vão desde o segmento de energia, siderurgia, mineração, construção, transporte, vestuário, alimentos e viação aérea até o bancário, shopping centers e gestão ambiental.

“O novo ETF XMAL11 é referenciado em um índice de retorno total, ou seja, que além das variações nos preços dos ativos que compõem sua carteira teórica também reflete o impacto potencial da distribuição de proventos”, explica Felipe Paiva, Diretor de Relacionamento com Clientes da B3. “Essa é mais uma opção para o investidor que busca diversificar com exposição nos ativos regionais”, completa.

O investimento segue a mesma dinâmica dos outros ETFs de Índices nacionais na B3. Para adquirir uma cota, o investidor deve ter uma conta aberta e ativa em uma corretora brasileira e realizar uma ordem de compra para que a corretora execute a operação.