Modelo de risco

A margem de garantia é definida pelo risco de encerramento de um portfólio que a câmara enfrenta.

  • Medida de Risco

    Para calcular o risco de encerramento de um portfólio contendo posições e garantias de múltiplos mercados e classes de ativos, a B3 desenvolveu uma medida de risco inovadora: Close-Out Risk Evaluation (CORE).

    Principais características do CORE:

    • Calcula o pior fluxo de caixa diário acumulado durante o processo de encerramento do portfólio
    • Calcula o risco conjunto de posições e garantias
    • Contempla três tipos de risco: mercado, liquidez de posições e garantias, e fluxo de caixa
    • Define a estratégia de encerramento por tipo de posições e de garantias
    • Perda severa (teste de estresse): nível de confiança de 99,96% (1 crise a cada 10 anos)
    • Considera 10 mil cenários: históricos (desde 2002), quantitativos e prospectivos
    • Possui múltiplos horizontes de risco: operações de encerramento são diárias, podendo ocorrer no período de 1 a 10 dias
    • Aplica apreçamento completo
  • Riscos enfrentados pela câmara

    Originalmente, o risco de uma câmara é o risco de crédito de seus participantes.
    Após inadimplência de comitente, seu portfólio deve ser encerrado.
    No processo de encerramento, a câmara enfrenta risco de perda severa gerado por:

    • Risco de mercado (variação de preços de posições e garantias)
    • Risco de liquidez (variação de preços causada pela liquidação da posição frente ao fluxo normal de negociação)
    • Risco de fluxo de caixa (indisponibilidade de recursos líquidos para honrar obrigações financeiras)
  • Ciclo de Colaterização

    Ciclo composto por quatro etapas:

    1. Cálculo do saldo de garantias
    2. Depósito de garantias
    3. Ocorrência de inadimplência
    4. Encerramento de portfólio

    ciclo-colaterizacao.png

    • Para modelar encerramento é preciso supor que cálculo de margem e depósito de garantia sejam realizados
    • Ciclo diário: inadimplência ocorre após depósito de garantia em T+1 e até janela de liquidação em T+2
    • Estratégia de encerramento: conjunto de operações para encerrar posições e executar garantias
    • Período de encerramento: a partir do último momento da janela de inadimplência até final de T+10
  • Componentes do CORE
    1. Risco de liquidez:
      • Operações de encerramento dependem da liquidez das posições e das garantias
      • Parâmetros de liquidez diária buscam um processo de liquidação ordenado
      • Parâmetros de liquidez: estimados a partir de dados de alta frequência dos livros de ofertas
    2. Mapeamento de fluxos de caixa no período de encerramento:
      • Todos os fluxos de caixa gerados durante o período de encerramento são mapeados no tempo
      • Estes fluxos de caixa dependem das características das posições e garantias:
        - Tipo de negociação: mercados listado vs. balcão
        - Ciclo de liquidação: T+0, T+1, T+2, T+3, … , T+N
    3. Risco de mercado:
      • Cenários são trajetórias de preços (retornos acumulados não são suficientes)
      • Um cenário para um determinado fator de risco: 10 choques simulados (1, 2, … 10 dias)
      • Um cenário para n fatores de risco: uma matriz com n linhas e 10 colunas

    CORE é uma medida de risco calculada em 3 etapas

    componentes-core.png

  • Exemplo 1
    • Posição: vendido em 135 contratos de um futuro hipotético
    • Fluxo de caixa para contratos futuros: liquidação de ajuste diário na manhã do dia seguinte
    • Garantia: dinheiro
    • Parâmetro de risco de liquidez: até 200/dia não impacta preço (liquidação ordenada)
    • Risco de mercado: hipótese de um único fator de risco; 10.000 cenários

    Estratégia de encerramento:

    • Pior caso: compra de 135 contratos no fim do dia T+2

    exemplo1.png

    Cálculo de Risco:

    Cálculo do pior fluxo de caixa acumulado para cada um dos 10.000 cenários
    1 linha, 1 cenário, 1 trajetória de taxas em 10 dias: choque acumulado em cada 10 horizontes de risco

    horizonte-de-risco.png

    • Pior caso para uma posição vendida em um fator de risco: choques positivos extremos
    Horizonte risco (dias) 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10
    Choque acumulado 8,4% 12,0% 15,4% 18,0% 20,0% 21,5% 22,6% 23,4% 24,0% 24,5%
    Choque diário 8,4% 3,3% 3,0% 2,3% 1,7% 1,3% 0,9% 0,7% 0,5% 0,4%

    estrategia-de-encerramento.png

  • Exemplo 2

    Cálculo de Risco:

    Alteração do parâmetro de risco de liquidez de 200/dia para 100/dia

    • Quanto mais longo e maior o risco de encerramento, maior a margem

    exemplos2.png