Revisão dos regulamentos dos segmentos especiais de listagem

Os segmentos especiais de listagem da B3 –, Novo Mercado, Nível 2, Nível 1, Bovespa Mais e Bovespa Mais Nível 2 – foram criados no momento em que percebemos que, para desenvolver o mercado de capitais brasileiro, era preciso ter segmentos adequados aos diferentes perfis de empresas.

A premissa adotada na criação dos segmentos especiais de listagem era a de que a adoção de boas práticas de governança corporativa é capaz de permitir a redução da percepção de risco por parte dos investidores. Assim, a redução da assimetria informacional e os direitos e garantias adicionais poderiam influenciar positivamente a valorização e a liquidez das ações. Acesse abaixo os artigos que retratam o contexto de criação do Novo Mercado.

Contudo, para que essa premissa mantenha-se aplicável, os segmentos especiais devem estar em processo constante de evolução e as práticas de governança corporativa previstas em seus respectivos regulamentos estar alinhadas com as práticas adotadas internacionalmente.

Diante disso, houve revisão dos regulamentos dos segmentos especiais em três momentos: em 2006, em 2011 e em 2017.